quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Por que não vender o Vaticano?!

É, acho que você não sabe absolutamente nada sobre o que está falando

Está aí um exemplo clássico e muito conhecido. Na verdade já é um clichê e tanto. Por que não vender o Vaticano e doar o dinheiro para acabar com a fome na África?!

Antes de qualquer coisa, devemos lembrar que a passagem Bíblica citada na imagem é um versículo pinçado totalmente fora de contexto. Basta você ler para quem Jesus disse isso, era um jovem rico, e não a instituição que incontestavelmente mais ajuda pessoas no mundo.

Como diria um professor de faculdade, vamos estudar antes de falar qualquer coisa. Primeiramente, não se pode vender as obras de arte do Vaticano pois são patrimônios da humanidade tombados. Seria a mesma coisa que vender a floresta amazônica. E já é sabido que a "venda" das obras de arte do Vaticano não resolveria o problema da fome na África. Vamos nos aprofundar nesse assunto agora.

Muita gente interpreta de forma errada a fome na África. Acham que o continente é pobre e sofre com a falta de dinheiro e de comida. Este pensamento está completamente equivocado. O continente africano é muito rico, possui países com uma enorme quantidade de dinheiro e riquezas, jazidas de pedras preciosas, o maior rio do mundo se encontra lá (Nilo). Então, como pode faltar água e comida num continente como esse?

Simples, a riqueza é mal distribuída pois está toda concentrada em uma pequena elite. Como é possível os governantes (ditadores, na verdade) desses países pobres serem tão ricos e não passarem as necessidades que seus conterrâneos passam? Novamente é simples de se responder, todo o dinheiro se encontra a disposição deles. Ou seja, a fome na África é um problema político e que não tem relação nenhuma com a Igreja Católica, mas mesmo assim a Igreja ajuda os países mais necessitados com recursos financeiros.

Outro ponto a ser lembrado é a diferença étnica existente nos países africanos. Quem já assistiu o filme "Hotel Ruanda" sabe bem do que estou falando. Há diferenças tribais e étnicas nos países africanos e essas tribos se odeiam ao ponto de guerrearem e matarem umas as outras. Linchamentos são frequentes nesses países, em qualquer lugar e em qualquer hora. No entanto, alguns rebeldes de algumas tribos possuem armamentos pesados de guerra (fornecidos pela maior potência mundial que não citarei o nome) e não deixam que a ajuda financeira e os alimentos cheguem às pessoas mais necessitadas, simplesmente porque são de uma tribo rival, porque possuem outra etnia.

Agora, abro um parênteses: Como esses países possuem dinheiro para comprar armamentos bélicos pesados e para encher a pança dos seus ditadores e não possuem dinheiro para alimentar a sua população que tanto sofre?!

Em outras palavras, a própria África está se matando por preconceito e por orgulho. Mesmo que seja enviada, a ajuda normalmente não chega ao destino final, sendo interceptada por rebeldes de etnias diferentes.

E tudo isso é culpa da Igreja Católica, não é?! (Usei de ironia nessa pergunta, só para constar)

Informação é tudo minha gente. Não vamos cair nas demagogias e nos "discursinhos moderninhos" cheios de falácias e emocionalismos que a mídia e alguns medíocres metidos a religiosos por aí nos impõe. É bem sabido que nenhuma instituição fez ou faz mais pelos necessitados do que a Igreja Católica.

Para finalizar, e também para confirmar o que disse logo acima, fica o vídeo. E ponto.

5 comentários:

  1. Muito bom, apóio sua iniciativa de promover a Verdade sem sentimentalismo e imposições, mas com conhecimento e provas concretas.

    Meus parabéns é disso que estamos precisando nesse momento pessoas que possam defender a Fé com inteligência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo elogio. Espero que continue acompanhando o blog!! E Novamente, muito obrigado.

      Excluir
  2. Esta criança eh da Africa ? O que vejo aqui mesmo no brasil eh um bando de religiosos usando o nome de Deus para tirar o dinheiro dos pobres ao invés de ajuda-los realmente. vejo muita arrecadação e pouca distribuição com o papo" nao roube a Deus, de o dizimo e as ofertas, compre imagens, ajude o Vaticano a ser mais rico, a ter cadeira de ouro". A mensagem da foto não se refere a Africa e sim aos religiosos que se aproveitam do nome de Deus para viverem confortavelmente as custas dos ingênuos. Sao estes que fornecem o dinheiro para os religiosos terem seus carros, jatinhos, ouro, enquanto muitos fieis quando ajudados, recebem roupas usadas, cestas básicas com produtos doados. Sao tratados como mendigos e não como " irmaos ". Adriana

    ResponderExcluir
  3. Vamos ver se entendi a "linha de raciocínio" da Adriana.

    Ela parte do caso negativo de religiosos que recebem dinheiro de fiéis de suas igrejas para fazer uma generalização estúpida, preconceituosa, sobre uma base incrivelmente ignorante.

    Primeiro que afirmar que o Vaticano é rico mostra a desinformação tronituante que assola os "pensadores" (ironia) tupiniquins, bem representados pela comentarista. O Estado do Vaticano nada no vermelho e ainda assim permite à Igreja Católica realizar um trabalho assistencial gigantesco, de proporções que fariam corar a Adriana. E esse trabalho - de creches, escolas, hospitais - em áreas e populações que deveriam ser assistidas pelo idolatrado "estado laico" e não são - custa, viu, Adriana, e custa muito!

    Faltou a você observar com carinho a mensagem PRINCIPAL da foto: não sabe do que está falando. Veja essa bobagem de "cadeira de ouro" - na verdade, feita de madeira com cobertura de bronze dourado. Sabia disso, Adriana?

    É o mal de não se informar junto ao mal de generalizar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela resposta Eduardo. Acabei publicando o comentário dela e me esqueci de refutar. Não estou tendo muito tempo ultimamente para me dedicar ao blog. Obrigado novamente. Deus abençoe.

      Excluir

Você também pode gostar de