quarta-feira, 28 de outubro de 2015

O que a Igreja diz sobre: Feminismo


“Retomando as palavras da mensagem conclusiva do Concílio Vaticano II, também eu dirijo às mulheres este premente convite: «Reconciliai os homens com a vida». Vós sois chamadas a testemunhar o sentido do amor autêntico, daquele dom de si e acolhimento do outro, que se realizam de modo específico na relação conjugal, mas devem ser também a alma de qualquer outra relação interpessoal. A experiência da maternidade proporciona-vos uma viva sensibilidade pela outra pessoa e confere-vos, ao mesmo tempo, uma missão particular: «A maternidade comporta uma comunhão especial com o mistério da vida, que amadurece no seio da mulher. (...) Este modo único de contacto com o novo homem que se está formando, cria, por sua vez, uma atitude tal para com o homem — não só para com o próprio filho, mas para com o homem em geral — que caracteriza profundamente toda a personalidade da mulher».”
(Evangelium Vitae §99, São João Paulo II)

O movimento feminista moderno é o pior inimigo das mulheres. Esse movimento tem como objetivo destruir a feminilidade e transformar a mulher num macho mal-acabado. O grande objetivo do movimento feminista atualmente é desfigurar por completo a essência feminina nas mulheres. E o sucesso delas pode-se ver nas jovens moças de hoje, que praticamente vivem como homens. Muitas delas deixam até mesmo de ter filhos em nome de uma pretensa “liberação feminina”.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

O que a Igreja diz sobre: Liberalismo e Libertarianismo


“Parecem porém ignorar ou não ter na devida conta os gravíssimos e funestos perigos deste socialismo, os que não tratam de lhe resistir forte e energicamente, como o pede a gravidade das circunstâncias. É dever do Nosso múnus pastoral chamar-lhes a atenção para a gravidade e eminência do perigo : lembrem-se todos, que deste socialismo educador foi pai o liberalismo, será herdeiro legítimo o bolchevismo.”
(Quadragesimo Anno, Pio XI)

Conheço muitos casos aqui no Brasil, inclusive até de amigos meus, que desiludidos com as propostas socialistas, vão buscar abrigo nas propostas dos liberais ou libertários. Mal sabem eles que estão pulando da frigideira e caindo no fogo.

domingo, 25 de outubro de 2015

O que a Igreja diz sobre: Socialismo e Comunismo


“E se este erro, como todos os mais, encerra algo de verdade, o que os Sumos Pontífices nunca negaram, funda-se contudo numa própria concepção da sociedade humana, diametralmente oposta à verdadeira doutrina católica. Socialismo religioso, socialismo católico são termos contraditórios : ninguém pode ser ao mesmo tempo bom católico e verdadeiro socialista.”
(Quadragesimo Anno, Pio XI)

Estamos em um momento histórico do Brasil onde tem se falado muito a respeito do socialismo. O assunto retornou à pauta, devido aos problemas políticos que temos sofrido nas últimas décadas de governo. Muitos católicos ficam confusos quando entram numa discussão política, pois é moda hoje afirmar que não se deve misturar política com religião. Isso, no entanto, não passa de uma artimanha para retirar os religiosos da discussão pública, fazendo com que guardem as suas opiniões para si, assim somente os secularistas, ateus e materialistas teriam voz no campo do debate político.

Você também pode gostar de